16 de dez de 2023

Efeitos da substituição parcial do milho na dieta pelo resíduo de panificação sobre o desempenho de novilhos da raça Holandesa

Há considerável quantidade de resíduos de panifição disponíveis para utilização na alimentação animal, incluindo-se nestes as sobras de bolos, pães, biscoitos doces e salgados, produtos não comercializados ou que ultrapassaram o prazo de validade, além das perdas por quebras, excesso ou falta de cozimento durante o processamento.

Neste experimento foram aplicados quatro tratamentos, correspondendo, respectivamente, à adição
de 0%, 10%, 20% e 30% de RP na mistura de concentrados, em substituição ao milho.

A alimentação fornecida foi ração completa, peletizada, contendo 30% de feno, como volumoso.

O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, com quatro tratamentos e
cinco repetições, para um total de 20 animais.

Foram avaliados o consumo de matéria seca, conversão
alimentar, ganho de peso, perímetro torácico e altura da cernelha.

Avaliou-se a incidência de diarréia,
por meio de observação, diária das fezes.

O experimento iniciou quando os animais atingiram 90kg de
peso vivo médio, e durou 120 dias.

Os resultados não mostraram diferenças estatística significativa
entre os tratamentos em relação aos parâmetros estudados.

A adição do Resíduo de panificação causou redução de 3,74%,
7,44% e 10,90% no custo de alimentação, respectivamente nos níveis 10%, 20% e 30% de R.P. , em
comparação com a dieta-controle.

O R.P. é uma fonte alternativa viável para a alimentação e redução
dos custos de criação dos novilhos.

Conclusões:

Os resíduos de panificação podem substituir o milho das dietas de novilhos até a proporção de 30% na mistura de concentrados, sem causar prejuízos ao desempenho dos animais, seja quanto a ingestão de
alimentos, ao ganho de peso, e conversão alimentar, seja a incidência de diarréias.

A utilização dos resíduos de panificação como fonte alternativa de alimentação reduz os custos de produção de animais confinados.

Portanto, se você é pecuarista e ainda não investe em uma dessas estratégias, que tal começar agora? Tanto para você quanto para os que já implantaram um desses sistemas, a Agro2Business  pode ser aliada especial. Que tal estabelecer esta parceria para encarar de frente este desafio?

Resumo da Pesq. agropec. bras., Brasília, v. 36, n. 4, p. 689-694, abr. 2001.

O que você achou deste conteúdo?

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Artigos relacionados

Por Agro2Business
3 de fev de 2024
Nenhum comentário
Por Agro2Business
6 de dez de 2023
Nenhum comentário
magnifiercrosschevron-down