28 de ago de 2023

Farelo de trigo: benefícios e utilização na alimentação animal

O farelo de trigo desempenha um papel especial na dieta animal, pois colabora para a saúde, crescimento e desempenho de espécies ruminantes, suínos, caprinos, ovinos e aves. 

Nesse contexto, este subproduto originário da moagem do trigo se destaca como um componente alimentar versátil e valioso, oferecendo uma fonte rica em nutrientes essenciais para diversas espécies. 

Sua utilização estratégica é alternativa que muito tem contribuído para o desenvolvimento saudável dos animais, além de otimizar a produção e reduzir os custos com a ração animal. 

Trata-se de uma fonte concentrada de proteínas, fibras, vitaminas e minerais essenciais, e que possui valor energético ideal. Tudo isso forma um complemento perfeito, conforme você poderá observar no decorrer do texto.

Para animais ruminantes, como bovinos e caprinos, o farelo de milho complementa a dieta, suprindo a demanda por carboidratos fermentáveis no rúmen, permitindo assim uma digestão eficiente das fibras vegetais. Em suínos e aves, a sua inclusão nas rações favorece o ganho de peso e a produção de carne de qualidade. 

Mas, se você quer ficar bem informado sobre tudo que o farelo de trigo pode ou não oferecer, siga neste artigo e aproveite. Sendo assim, que tal começar entendendo bem o que é o farelo de trigo? 

O que é o Farelo de Trigo?

O farelo de trigo é um subproduto do trigo, que resulta da moagem da camada externa dos grãos. O trigo é um dos cereais mais utilizados no mundo. Seu nome científico é Triticum, pertence à família Poaceae, sendo uma gramínea cultivada globalmente.

O processamento dos grãos de trigo dá origem à farinha de trigo, muito usada na alimentação humana e ao farelo de trigo, cujo papel é bem importante na dieta animal. É um alimento que tem servido à pecuária, trazendo muitos benefícios, devido às suas características.

Observe abaixo algumas das características que fazem do farelo de trigo um importante insumo para enriquecer a dieta animal.

  • Ele conta com alto teor de aminoácidos
  • Alto percentual de proteínas, inclusive, com taxas superiores a de outros cereais.
  • Elevada fonte de energia, estando seu valor energético entre 3,0 a 3,5 megacalorias  de energia metabolizável (Mcal EM)
  • Baixo teor de lipídios em comparação com o milho, fator que contribui para diminuir o surgimento de rancidez.
  • Alto teor de fibras, possuindo taxas superiores às do milho. Em torno de 11% a mais.
  • É um produto palatável que aumenta a aceitação da ração estimulando seu consumo e elevando sua ingestão por parte do animal.
  • É rico em minerais, como o fósforo e potássio. 

A tabela abaixo nos revela os valores minerais do farelo de trigo.

MineraisPorções (mg/100g)
Ferro 10.57
Magnésio 611
Zinco7.27
Manganês 4-14
Fósforo1013
cálcio73
Potássio1182
Sódio2

Fonte: Departamento de Informática em Saúde- EPM-UNIFESP

Além disso, o farelo de trigo conta com uma composição nutricional bastante vantajosa, que torna a ração a qual é adicionada muito mais rica e eficaz em nutrientes.

Confira no gráfico a composição nutricional do Farelo de Trigo:

Referência: Pedroso, 2006; Bútolo,2010; Monteiro 2013; Vieira,2022

Observando o gráfico e analisando a tabela comparativa abaixo podemos concluir que o Farelo de trigo conta com Proteína bruta maior que no milho, em torno de 18%; nível de energia (NDT) de 77%, sendo menor em comparação com o milho e teor de fibra também maior do que o milho, em torno de 11%. 

Os valores são aproximados e se referem a parâmetros que podem se diferenciar conforme a qualidade do trigo e sua maturação.

Comparando estes parâmetros nutricionais com o milho teremos: 

NutrientesFarelo de trigoMilho
PB Proteína BrutaEntre 15 e 18%Em torno de 9%
NDT-Nível de energia77%88%
Proteína Degradável no Rúmen80%——–
Fibra Bruta10,812,34
Extrato Não Nitrogenado   (teor de amido)65,8582,68

DA SILVA, Edney Pereia et al. Valores energéticos de ingredientes convencionais para aves de postura comercial. Ciência Animal Brasileira, v. 10, n. 1, p. 91-100, 2009.

Benefícios do Farelo de Trigo na Alimentação Animal:

Como você já deve ter observado, o farelo de trigo contribui com inúmeros benefícios na nutrição animal. É um tipo de subproduto, que pode ser adicionado à ração, no cocho, para otimizar a entrega de fibras, proteínas e vitaminas, constituindo, portanto, ótima fonte de energia.

Observando sua contribuição a partir dos nutrientes que o compõem, podemos dizer que o farelo de trigo favorece a alimentação animal por ser: 

  • Excelente fonte de proteínas.

O farelo de trigo é uma fonte de proteína vegetal, contendo aminoácidos essenciais necessários para o crescimento, desenvolvimento e manutenção dos tecidos corporais dos animais. Ele é especialmente útil em dietas onde a proteína de origem animal é limitada ou mais cara.

  • Detentor de fibras que são ótimas para uma boa digestibilidade.

O farelo de trigo é rico em fibras, incluindo celulose e hemicelulose. A alta concentração de fibras ajuda a saúde digestiva dos animais. 

  • É fonte de energia

Os carboidratos presentes no farelo de trigo fornecem energia para ajudar a manter os níveis de energia no organismo animal.  

  • Conta com vitaminas e minerais.

O farelo de trigo possui vitaminas do complexo B e minerais como ferro, zinco, magnésio e fósforo. São elementos essenciais para auxiliar as funções metabólicas.

  • Contribui para a economia

O farelo de trigo pode ser uma alternativa mais econômica a outras fontes de proteína e energia na dieta animal. Ele permite que os produtores reduzam os custos da ração, sem comprometimento da qualidade nutricional da dieta. 

  • Contém aminoácidos essenciais 

Estes são importantes para a construção das proteínas, participando de diversas funções metabólicas. 

  • Fornece vitaminas

Contribui com vitaminas do complexo B:, como por exemplo: 

  • Tiamina (B1): Cerca de 0,4 mg
  • Riboflavina (B2): Cerca de 0,1 mg
  • Niacina (B3): Cerca de 5 mg
  • Ácido pantotênico (B5): Cerca de 1 mg
  • Um outro benefício é a versatilidade deste farelo

O farelo de trigo pode ser utilizado em dietas de diferentes categorias de animais. Sendo assim, é bastante buscado para enriquecer a ração de aves, suínos, bovinos e ovinos. Com ele é possível balancear a ração para atender às necessidades de cada espécie.

  • Contribuir com a sustentabilidade é mais um dos benefícios que o farelo de trigo apresenta.

Utilizar subprodutos agrícolas como o farelo de trigo como alternativa para a alimentação de aves e suínos, dá suporte à sustentabilidade do setor. 

Segundo pesquisas da Embrapa, é opção viável para substituir o milho na formulação de rações e concentrado. Além disso, evita o desperdício e reduz os custos com a nutrição.

Em resumo podemos perceber que o farelo de trigo é uma fonte proteica e energética, não tão custosa quanto o milho, capaz de exercer um importante papel no crescimento e desenvolvimento dos animais. 

Além disso, enriquece com fibras a ração ao qual é adicionado, fazendo com que proteínas degradáveis e um baixo teor de amido, desfavoreçam o surgimento de distúrbios, como a acidose ruminal.

É uma ótima alternativa a se adotar na dieta dos ruminantes, sendo eficiente e vantajoso quando aplicado na alimentação de vacas de leite, gado de corte, inclusive bezerrinhos.  Um outro aspecto interessante é que não há alteração da palatabilidade quando misturado a outros elementos da ração.

Utilização do Farelo de Trigo em Diferentes Espécies:

Conforme já citado aqui no texto, o farelo de trigo é um alimento com muita versatilidade, podendo ser utilizado, seja como fonte de energia, proteína ou fibras, 

para alimentar aves, suínos, bovinos, ovinos, caprinos e até peixes.

Farelo de Trigo na Alimentação de Ruminantes:

Os bovinos, ovinos e caprinos também são favorecidos com o uso do farelo de trigo. Este subproduto pode ser utilizado em dietas de ruminantes, sendo boa alternativa para bovinos de corte e leiteiros. 

É uma fonte de energia de rápida fermentação no rúmen, que é o primeiro compartimento do estômago dos ruminantes. Apesar do teor proteico que possui, é comumente combinado com outras fontes de proteína, como o farelo de soja.

Mas, é preciso certo cuidado na administração de farelo de trigo a ruminantes, sendo que não se deve ultrapassar a porção máxima de consumo, em torno de 4k distribuídos em porções da dieta diária, já que o excesso do amido presente no farelo, pode causar acidose ruminal. 

O trigo conta com alto teor de carboidratos, onde o amido é o principal elemento, sendo assim, é elevada a taxa de fermentação, favorecendo o acúmulo de ácidos no rúmen, causando a doença.

No entanto, trata-se apenas de um ponto de atenção, que não sobrepuja a alta porção de fibras, o valor proteico e o elevado valor energético fornecidos pelo farelo de milho. São aspectos positivos bastante válidos na alimentação de bovinos, caprinos e ovinos. 

Você pode observar abaixo uma sugestão do percentual de trigo que pode ser incluído na dieta de alguns ruminantes.

Fase Porcentagem máxima de trigo na dieta(%)
Na fase de recria30 %
Vaca leiteira25%
Gado de carne35%
Bezerros em fase de engorda (maior que 150 kg)25 %
Ovelhas30%
Valores máximos de trigo na dieta de ruminantes. Retirado de (de Blas, et. al., 2019).

Farelo de Trigo na Alimentação de Aves:

Farelo de trigo é boa opção na dieta de aves, sendo frequentemente utilizado na alimentação de frangos de corte e poedeiras. Ele fornece energia, proteína e fibras, contribuindo para o desenvolvimento adequado das aves e a produção de ovos.

No entanto, não se recomenda o uso prolongado somente do farelo de trigo, pois este, em comparação com o milho, possui menor teor de vitamina A e de Biotina. O ideal é utilizá-lo para complementar a dieta das aves.  

O trigo é um cereal que constitui alternativa ótima na avicultura, já que entrega também alto teor de fibras, podendo ajudar na regulação da digestão e prevenção de distúrbios intestinais. 

Farelo de Trigo na Alimentação de Suínos:

O farelo de trigo pode ser incluído na dieta de suínos como fonte de energia e fibra.Um aspecto bastante positivo deste farelo na dieta dos suínos é o fato de contribuir para a boa digestão. O farelo de trigo é recomendado para uso na dieta dos porcos por auxiliar a microbiota destes animais, melhorando sua saúde intestinal.

Já se descobriu que esta população microbiana do trato intestinal suíno que habita o intestino grosso, é capaz de induzir uma fermentação devido às fibras do farelo de trigo, fazendo com que ácidos graxos voláteis sejam produzidos e sejam, por fim, utilizados como fonte energética.

Observe sugestão de percentual máximo de farelo de trigo a ser adicionado às dietas de suínos

Fase produtivaPercentual máximo de farelo de trigo na dieta
Suínos com menos de 28 dias 30%
Em fase de engorda (com mais de 70 dias)45%
Em fase de gestação40%
Em fase de lactação40%

Valores máximos de trigo em dietas para suínos. Retirado de (de Blas, et. al., 2019).

A inclusão de farelo de trigo pode ajudar a melhorar a saúde intestinal dos suínos e contribuir para uma digestão saudável.

Considerações na Utilização do Farelo de Trigo:

O farelo de trigo, assim como qualquer outro subproduto da agroindústria requer cuidados que vão desde a coleta do grão até a estocagem. Portanto, para aproveitar ao máximo os seus benefícios é preciso providenciar um correto armazenamento e conservação, de modo a evitar a perda do produto. 

Observe algumas dicas de conservação.

  • Escolha um local adequado para armazenar o farelo de trigo. Este deve ser seco, arejado, limpo e protegido da luz solar direta. O farelo também deve ser protegido da chuva e de pragas como insetos e roedores.
  •  Evite locais úmidos, abafados ou com presença de mofo, pois isso pode comprometer a qualidade do produto e favorecer o desenvolvimento de microrganismos nocivos à saúde dos animais.
  • Para o ensacamento utilize sacos de ráfia laminada, que não impeçam a respiração do produto e que evitem o acúmulo de umidade. 
  • Nunca armazene o farelo de trigo junto com outros alimentos, pois isso pode alterar as suas características nutricionais e favorecer a contaminação cruzada.
  • Mantenha o farelo de trigo bem fechado e identificado. Após abrir o saco, feche-o bem para evitar a entrada de ar, umidade e pragas. Também coloque uma etiqueta com a data de abertura e a data de validade do produto, para facilitar o controle do estoque e evitar o uso de farelo vencido ou estragado.
  • Utilize o farelo de trigo dentro do prazo de validade. A validade média fica entre 3 e 6 meses após a data de fabricação, se armazenado corretamente. Porém, esse prazo pode variar de acordo com as condições climáticas e de armazenamento.

 Por isso, é importante verificar sempre a aparência, o odor e a textura do farelo antes de oferecê-lo aos animais. Se o farelo estiver com cor alterada, cheiro rançoso ou presença de mofo, descarte-o imediatamente, pois ele pode causar intoxicação ou doenças.

  • Ofereça o farelo de trigo na quantidade adequada. O farelo de trigo pode compor até 45% do concentrado ou 25% da dieta dos bovinos, dependendo da categoria do animal, do estágio produtivo e dos objetivos da produção. 

No entanto, é preciso fazer uma adaptação gradual ao produto, para evitar distúrbios digestivos como diarreia ou timpanismo. 

Seguindo essas orientações práticas, você poderá conservar o farelo de trigo por mais tempo e utilizá-lo como uma fonte econômica e eficiente de nutrição para os seus bovinos. Lembre-se também de consultar um médico veterinário ou um zootecnista para elaborar uma dieta balanceada e adequada às necessidades dos seus animais.

Dicas para uso do farelo de trigo em sua propriedade 

Por sua composição, o farelo de trigo é um produto que possui potencial para substituir o milho e o sorgo. Trata-se de alternativa menos dispendiosa que pode ajudar na nutrição de seus animais. Como exemplo, deixamos aqui algumas dicas de como usar o farelo de trigo em sua propriedade. 

  • Use na composição da ração e proteinados para gado de corte em diferentes fases: na cria, recria, engorda, confinamento ou semiconfinamento;
  • Pode substituir parcialmente o milho;
  • Para compor ração que alimenta o gado leiteiro, por exemplo para fazer parte da dieta de vacas em lactação, vacas secas, novilhas e touros;
  • Utilize na mistura com volumosos, adicionando à palma, capins cortados (capim- elefante, capiaçu) , silagens e fenos.
  • Atenção ao farelo de trigo adquirido. Observe o rótulo contendo sua composição, pois é recomendável que sua umidade não ultrapasse 14%, sendo ideal que esteja abaixo deste percentual. Isto é importante para evitar problemas de digestibilidade e o surgimento de fungos que produzem micotoxinas. 

Estudos e Pesquisas sobre o Farelo de Trigo:

Observe aqui alguns estudos e pesquisas sobre o farelo de trigo para ampliar seu conhecimento a respeito do tema

Trazemos aqui algumas pesquisas interessantes sobre o tema. Observe:

Estudo/Pesquisa ou Artigo Científico Tema tratado Fonte / autor/ Publicação
Utilização do farelo de trigo em substituição ao fubá de milho na dieta de vacas em lactaçãoO experimento foi conduzido na Unidade de Ensino Pesquisa e Extensão em Gado de Leiteda Universidade Federal de Viçosa-MG (UEPE-GL), utilizando-se 12 vacas em lactação.Soares, Carla Aparecida. “Utilização do farelo de trigo em substituição ao fubá de milho na dieta de vacas em lactação.” – Universidade Federal de Viçosa- MG
Consumo, digestibilidade aparente, produção e composição do leite de vacas leiteiras alimentadas com farelo de trigoForam objetivos desta pesquisa determinar o tempo necessário para adaptação dos animais às dietas e avaliar o efeito de níveis crescentes de farelo de trigo, em substituição ao fubá de milho.José Maurício de S. CamposSebastião de C. V. FilhoRilene F. D. ValadaresSandro de S. M.Augusto César de QueirozRogério de Paula LanaUniversidade Federal de Viçosa, DZO , Minas Gerais, Brazil
Dietary supplementation with fermented wheat bran improves the inflammatory state and intestinal health in pigsEstudo foi conduzido para avaliar os efeitos da alimentação com farelo de trigo fermentado (FWB) no desempenho de crescimento, atividade antioxidante , estado inflamatório e microbiota intestinal em porcos Min.HE, Wei et al. A suplementação dietética com farelo de trigo fermentado melhora o estado inflamatório e a saúde intestinal em suínos. Ciência Pecuária , p. 105286, 2023.
Valor nutricional de diferentes subprodutos do trigo para suínos em crescimentoExperimento com diferentes subprodutos do trigo para suínos em crescimento.WESENDONCK, William Rui. Valor nutricional de diferentes subprodutos do trigo para suínos em crescimento.

Conclusão

O farelo de trigo é um subproduto do trigo, sendo muito usado na alimentação animal. Sendo assim, bovinos, ovinos, caprinos, suínos e aves podem ter suas dietas complementadas com este produto.

Sua grande cartada no que se refere à alimentação animal são suas propriedades nutricionais. Ele conta com bom teor proteico e energético. Além disso, sua taxa lipídica não é alta, o que leva este subproduto a possuir baixo teor de gordura e lignina. Quanto às vitaminas e minerais, o farelo de trigo é rico, constituindo fonte importante destes elementos para os animais. 

Um ponto de interesse são as pesquisas e estudos científicos que revelam o quanto se tem avançado nesse campo, aprimorando ainda mais nossa compreensão sobre o papel do farelo de trigo, que contribui, inclusive, para sistemas agropecuários mais eficientes e sustentáveis.

Porém, ao adotar o farelo de trigo como parte da dieta animal, é importante considerar a formulação equilibrada das rações, ajustando a quantidade de acordo com as necessidades específicas de cada espécie e estágio de desenvolvimento.

Sendo assim, apesar de todos os benefícios que traz, o pecuarista não deve utilizar o farelo de trigo de modo irrestrito. É preciso observar algumas recomendações, inclusive, deve ser consultado um veterinário, um zootecnista ou algum profissional em nutrição animal, que oriente a forma mais adequada de uso, em cada rebanho, em cada categoria animal e em cada propriedade.

O farelo de trigo é sem dúvida uma boa alternativa na nutrição animal, mas é fundamental buscar informações antes de adotá-lo. 

E se você deseja fazer uso deste subproduto e quer saber como adquiri-lo, visite a Agro2bussiness – Um Marketplace focado inteiramente no agronegócio, com ofertas especiais para o produtor rural. 

Gostou do conteúdo? Restou alguma dúvida? Comente abaixo. compartilhe.

O que você achou deste conteúdo?

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Artigos relacionados

Mãos segurando grãos de soja - Farelo de soja
Por Agro2Business
9 de maio de 2024
2 Comentários
Gado
Por Agro2Business
13 de abr de 2024
2 Comentários
subproduto-cana
Por Agro2Business
30 de mar de 2024
Nenhum comentário
magnifiercrosschevron-down