4 de jan de 2023

Ração para gado: saiba qual a melhor e como escolher

Escolher a melhor ração para gado pode ser algo simples ou muito complicado. Há quem diga que é muito fácil, enquanto outros entram em pânico, o segredo, porém, é ter atenção e cuidado para oferecer o melhor para seus bois.

Uma questão importante é saber por qual ração optar para obter os resultados esperados. Para isso é fundamental estar por dentro do que é ou não adequado ao seu rebanho. Muitos criadores se esquecem, por exemplo, de pensar na questão da quantidade e tipo de nutrientes, mesmo sendo elementos tão importantes.

Outro fator essencial é levar em conta o foco principal: 

  • A ração é para engorda, acabamento de carcaça ou desmame e recria?
  • A ração é para melhorar a produtividade do gado leiteiro? 
  • Ou será que o objetivo é a reprodução, ração para gado de cria? 

São questões a serem pensadas antes de se decidir pelo tipo de ração. 

Ter em mente o objetivo principal é um dos pontos essenciais para escolher o alimento apropriado. Portanto, se você tem dúvidas sobre como escolher a ração ideal, este post pode ajudar. Aqui conversamos sobre os tipos de ração, como escolher a melhor e demais assuntos citados acima.

Vem com a gente e aproveite todas as dicas que puder.

Esclarecimento

Antes de pensar em qual é a ração nutrição animal correta, é bom refletir sobre o tipo de criação que você irá adotar em sua propriedade. Para maior esclarecimento trazemos aqui os tipos de criação de gado praticados no Brasil.  

Observe na tabela e veja qual melhor se adapta ao seu negócio.

Esclarecemos também que os tipos de pecuária abaixo podem ser utilizados tanto para gado de corte quanto para gado de leite. 

 Tipos de criação de gado e a ração mais usada em cada um

Tipo de criaçãoDescrição: o que é?Tipo de ração ou dieta utilizadaPrincipal vantagemPrincipal desvantagem
ExtensivaÉ a que usa grandes áreas de pasto para alimentação bovina. Pasto e suplementação em tempos secos.Baixo investimentoMenor controle sobre o desenvolvimento do rebanho, podendo gerar baixa produtividade. Exige suplementação, principalmente em períodos secos.
Semi-
intensiva
Utiliza pasto equilibrando com suplementação que reforça a dieta em tempos de seca.Sistema de pastagem com espécies forrageiras + suplementação volumosaControle do peso diário e diminuição da idade para abate...Depende de pastagem com bom teor nutritivo. Precisa de pasto com forrageiras, necessita de planejamento e controle contínuos.
IntensivaO gado é mantido confinado sem pastagemAlimentação no cocho com forragens conservadas. Exige dieta balanceada conforme o objetivo do criador: investir em gado de leite ou de corte.Aumenta a produção de leite e reduz o ciclo de abate. Melhora a qualidade da carne e leite.  Alto custo para ser implantado, pois necessita de acompanhamento de profissionais da área e impõe investimento em tecnologias para controle da produção e para fornecimento de nutrição adequada.

É necessário esclarecer ainda que o tipo de criação ideal não existe, pois não há um padrão. Tudo vai depender do objetivo do criador e de suas condições econômicas, dos recursos físicos e capacidade de investimento que possui. 

Agora sim, depois de pensar sobre o tipo de criação aplicado em sua propriedade e tendo em mente seus objetivos, você já pode partir para a escolha da melhor ração para gado.

Mas, lembre-se de alguns aspectos relevantes como, por exemplo:  

  • A qualidade nutricional da ração bovina; 
  • A análise do tipo escolhido, para saber se realmente irá te trazer bons resultados; 
  • A composição da dieta, analisando se terá tudo que seu gado necessita em relação às vitaminas, sais minerais, proteínas, fibras e carboidratos;
  • Se a alimentação é balanceada e se a proporção de nutrientes está devidamente considerada.  

No entanto, apesar do que já conversamos até aqui, é essencial conhecer os vários tipos de ração para gado.

Quais são os tipos de ração para gado?

Tipos de alimento - Ração para gado

Segundo informa a Embrapa, ração é "a quantidade total de alimento que o animal recebe em um período de 24 horas", ou seja, é a porção de alimento que o gado consome por dia. Quando balanceada, possui nutrientes em taxas adequadas ao bom funcionamento do organismo bovino. 

As rações são descritas ou categorizadas com base na matéria seca, que é a parte que resulta após toda a umidade natural ser removida. Elas são constituídas por dois tipos de alimentos classificados como volumosos ou concentrados. 

São chamados volumosos os que possuem em sua matéria seca mais de 18% de fibra bruta. Já os concentrados são os que contam com menor teor de fibra bruta na matéria seca, ou seja, abaixo de 18%.

Os concentrados ainda sofrem outra classificação, já que podem ser proteicos- quando mais de 20% de proteína está presente na matéria seca; ou podem ser energéticos quando há menos de 20% de proteína na matéria seca.

Observe abaixo alguns exemplos de tipos de ração consideradas alimentos volumosos e tipos considerados concentrados. 

Volumosos

São geralmente de baixo custo e possuem baixo valor energético e mais de 18% de fibra bruta na matéria seca. Alguns deles são:

  • Pastagens - tanto as naturais quanto as artificiais;
  • Forrageiras como feno, silagem, Capim como o capim-elefante;
  • Cana-de-açúcar;
  • Cascas, sabugos, entre outros.

Os Concentrados

Contam com maior concentração de nutrientes e possuem alto valor energético e teor de fibras abaixo de 18% na matéria seca.  Podem ser proteicos ou energéticos.

Os mais utilizados na dieta bovina são:

  • Milho, soja ou sorgo;
  • Farelos como os de amendoim, girassol, algodão
  • Trigo; 
  • Melaço;
  • Casca de soja, etc.
  • Ainda há farinha de carne, de peixe e sebo, que são concentrados de origem animal e não podem ser consumidos por ruminantes.

Tipos de ração X Tipos de gado

Tipos de gado x tipos de ração para gado

Os tipos de ração para alimentação bovina devem ser empregues considerando-se as diversas variáveis relevantes para o bom desenvolvimento do rebanho. Sendo assim, veja o que considerar na hora de escolher a ração para cada tipo de gado. 

Ração para gado confinado

Se você optou pelo sistema de confinamento para seu gado, é bom estar atento ao tipo de dieta que irá adotar. O confinamento é um investimento de alto custo e, portanto, requer controle e atenção para que os resultados compensem todo o gasto. 

Desse modo, não é qualquer ração que deve ser oferecida, mas sim uma ração específica que atenda às necessidades nutricionais do gado e leve a favorecer a engorda. Mas, lembre-se de manter um certo equilíbrio, pois a ração para gado confinado não pode estar somente baseada em concentrados. O excesso de grãos fornecendo altas taxas de energia diariamente pode causar problemas de saúde.

Vale lembrar que a plataforma Agro2Business.com oferece fontes alternativas de nutrientes oriundos dos coprodutos das indústrias de alimentos, o que faz o custo do animal confinado ficar mais em conta comparado aos insumos tradicionais. 

Veja algumas dicas para compor a ração de seu gado no confinamento: 

  • Utilize a proporção de 60% de concentrado para 40% de volumoso;
  • Ofereça suplementação e aditivos como por exemplo sal mineral, proteinado, virginiamicina.
  • Cuide para que os cochos tenham bom espaço, de modo a oferecer alimento a todos os animais em um mesmo momento.
  • Mantenha as instalações, currais, bebedouros e cochos sempre limpos. O asseio evita microrganismos causadores de doenças   

Ração para gado de corte a pasto ou semi-confinamento

O sucesso com gado de corte depende de um bom planejamento que vai determinar qual a melhor estratégia alimentar para seu rebanho. Neste planejamento considere as condições de tudo que envolve seu gado de corte. Veja alguns fatores interessantes:

  • É preciso considerar o sexo e a idade dos animais;
  • Observe o peso inicial e o peso para abate a ser alcançado;
  • O clima da região é importante, pois há locais que atravessam longos períodos de seca necessitando de suplementação;
  • Faça a suplementação para suprir os déficits nutricionais que ocorrem em tempos de seca;
  • O valor nutricional do alimento é muito importante e deve ser observado;
  • A composição da ração também importa.
  •  Pode ser oferecida por exemplo a forrageira, como volumoso + o concentrado que pode ser proteico e energético.

Apesar de não existir um padrão alimentar determinado para o gado de corte, alguns ingredientes são usualmente utilizados para compor uma boa ração e retornam bons resultados. São eles: 

  • Sal mineral e sal comum;
  • Ureia
  • Farelo de soja 
  • Milho.

Ração para gado de leite

Uma boa produtividade com o gado leiteiro requer que sejam considerados alguns aspectos como por exemplo: saber manejar a dieta para fornecer alimentação nutritiva e balanceada e levar em conta as condições de limpeza e sanidade. Mas, fique esperto pois, é especialmente importante o alto consumo de água limpa.  Aliás, a água é a base da produção leiteira de sucesso.

Cada litro de leite está composto por 87% de água, por isso, as vacas leiteiras precisam ingerir 8 litros de água para cada litro de leite que produzem. Além da água consumida em abundância, a ração oferecida vai interferir na produtividade. 

Alguns elementos são bastante importantes e precisam estar presentes na ração para vacas leiteiras, na verdade há várias formulações e alguns criadores fazem a sua própria mistura. 

De acordo com o senso comum, alguns elementos são relevantes para a produtividade de vacas leiteiras.  Entre estes estão o fubá de milho, o farelo de soja, a ureia, o sal mineral, a monensina sódica ou a virginiamicina e o fosfato de cálcio. 

No entanto, não há nenhum fator científico que prove sua funcionalidade. Portanto, o ideal é recorrer aos profissionais de nutrição animal que vão te orientar indicando a melhor ração para gado de leite.

Ração para gado na seca

Os períodos de seca representam um desafio para os criadores, pois as pastagens perdem muito do valor protéico, essencial para o gado. Isso faz com que seja fundamental incluir a suplementação na dieta animal.

Uma recomendação da Embrapa é que sejam utilizados subprodutos como por exemplo, o farelo de arroz, com 12% de proteína bruta e a quirera ou xerém com 8% de proteína bruta.A estes deve ser adicionada a ureia como fonte de nitrogênio, para melhorar a síntese de proteína no rúmen. 

Outras boas opções para oferecer como ração para gado na seca são os grãos como os de milho, sorgo ou soja. Também são adequados os farelos como os de amendoim, trigo, soja, algodão, a ração com cana e silagem de forrageira, etc.   

Mesmo que seja oferecida uma dieta que possa substituir a pastagem em decadência neste período seco, não deixe de suplementar. Especialmente o sal proteinado fará grande diferença para a alimentação bovina nesta época de estiagem.

Quais são as melhores rações para gado?

Saco de ração

Esta é a pergunta para a qual existem muitas respostas. Na verdade, não há uma receita pronta que defina esta ou aquela ração como a ideal, assim como não há uma formulação padrão que atenda a todos os tipos de gado. Sendo assim, a melhor ração é aquela que irá atender perfeitamente às necessidades de cada tipo de gado em determinados momentos.

Como você pode perceber no decorrer do texto, existem rações para engordar gado de corte, para melhorar a produtividade leiteira e para suplementar a dieta nos momentos críticos de seca. E em todas elas o que é mais relevante é a qualidade e o teor de nutrientes. 

Sendo assim, a melhor ração sempre será aquela que está composta com ingredientes de qualidade, capaz de assegurar a excelência do produto final, seja ele carne ou leite.

Existem variados tipos de ração e também há uma infinidade de receitas que cada criador pode fazer em sua própria propriedade. Porém, as melhores são as mais adequadas a cada rebanho.

Apesar disso, naturalmente, há alguns pontos importantes que revelam a qualidade de uma ração. Estes você deve conhecer, para saber escolher a melhor para seu gado. Portanto, ao optar por determinado tipo de dieta bovina, considere:

  • Se possui nutrientes essenciais ao desenvolvimento do gado.
  • Observe se possui ingredientes indispensáveis. 
  • Saiba que entre os melhores componentes de uma ração estão: farelo de soja, farelo de amendoim, milho (farelo ou em grãos), sal comum e ureia pecuária.

Como escolher a melhor ração?

Para resumir deixamos aqui algumas dicas para escolha da melhor ração para gado. 

  1. Lembre-se que uma ração de qualidade deve conter os nutrientes necessários para o bom funcionamento do metabolismo animal. Proteínas, fibras, carboidratos, minerais e vitaminas são fundamentais;
  2. Considere também a textura e o cheiro da ração e pense na palatabilidade do que é oferecido. Uma alimentação agradável incentiva o gado a comer bem;
  3. Certifique-se que a ração ou suplemento oferecidos estão misturados de forma bem homogênea. Isso garante que os animais estejam consumindo a porção adequada de cada ingrediente;
  4. Considere a raça de seu gado antes de oferecer a ração, pois a necessidade de consumo varia conforme a raça; 
  5. Não deixe de considerar o peso do animal, pois os que pesam mais necessitam de maiores porções de alimentos. 
  6. Entenda que a dieta do gado bovino tem por finalidade atender a determinados objetivos. Cada objetivo requer um tipo de dieta ou ração específica. Sendo assim, ao escolher a ração tenha mente o que deseja alcançar:
  • Mantença - A ração ou alimentação deve assegurar ganho de peso;  
  • Desenvolvimento/crescimento- garante o crescimento saudável. Requer fontes energéticas e ração com proteínas e macrominerais; 
  • Reprodução - O gado criado para este objetivo ou função deve ser alimentado de forma a manter um limite de peso, pois a gordura excessiva ou a magreza comprometem as funções reprodutivas; 
  • Engorda - Nesta finalidade o ganho de peso deve ser garantido. A alimentação deve conter nutrientes adicionais que favoreçam ganhar peso;
  • Lactação - a ração oferecida deve conter muitos nutrientes, pois esta é uma fase em que o organismo está em seu limite;

Conclusão

Escolher a melhor Ração para gado é um dos desafios da pecuária, porém, tudo pode ser resolvido com atenção às necessidades dos animais e considerando os tipos de gado, o ambiente e o clima onde vivem, e os objetivos da criação.

Também ficou entendido que os tipos de ração estão inclusos em duas categorias: volumosos e concentrados. Ao final, você, enquanto criador de gado bovino pode perceber a importância de estar atento a todos os detalhes no momento de escolher a melhor ração bovina.

Por fim, pudemos concluir que a mais adequada é aquela que possui teores eficientes de nutrientes, e ingredientes de qualidade, que possam atender às necessidades de cada tipo de gado, em cada fase de criação ou finalidade, seja ela cria, recria, engorda ou produção de leite.  

Se você gostou do conteúdo, compartilhe! Se restou alguma dúvida deixe nos comentários. E se te interessa obter ração para gado de qualidade e pronta para usar, consulte a marketplace Agro2business e conheça o melhor em nutrição animal  

O que você achou deste conteúdo?

guest
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Artigos relacionados

Adubo orgânico
Por Agro2Business
18 de jan de 2023
Nenhum comentário
Gado
Por Agro2Business
15 de dez de 2022
Nenhum comentário
Bois
Por Agro2Business
30 de nov de 2022
Nenhum comentário
magnifiercrosschevron-down