9 de jul de 2022

Subproduto/coproduto de milho na alimentação animal.

Assim como a soja, o milho é amplamente utilizado na nutrição animal, e esse grão também possui um conhecido subproduto/subproduto. 

O Brasil é atualmente o terceiro maior produtor de milho, com Mato Grosso o maior produtor de milho. Por ser um grão versátil, o milho cria uma competição entre a ração animal e a nossa alimentação. É comumente associado à soja por fornecer concentrados protéicos na produção animal e amplamente utilizado na indústria alimentícia como matéria-prima para a produção de grãos, óleos, farinhas, alimentos enlatados, além da produção de biocombustíveis como o etanol. Durante a produção do etanol, é produzido um resíduo chamado DDG.

Existem várias vantagens na utilização de biocombustíveis, principalmente relacionadas ao meio ambiente. É muito importante que, em um processo de produção, seja possível aproveitar ao máximo o rejeito, e no caso do etanol, o subproduto/coproduto conhecido como DDG é utilizado na nutrição animal.

A sigla “DDG” veio do inglês, que significa: destilaria de grãos secos. No processo de produção do etanol, o milho passa por algumas etapas para a extração do amido. Ele passa por moagem, fermentação e destilação, onde é obtido o etanol. Depois passa pelo processo de centrifugação, que é onde você tem acesso aos WDG, que são os grãos úmidos da destilaria. A partir de um processo de secagem, você tem acesso aos DDG, que são os grãos secos de destilaria. Após esses processos, os solúveis (xaropes) podem ser adicionados aos resíduos, dando origem aos DDGS, que são os grãos secos de destilaria com solúveis.

São várias as vantagens do uso do DDG na produção de bovinos de corte e leite: o DDG é um resíduo com alto percentual de proteína, que pode substituir o farelo de soja, por exemplo; como o amido foi removido no processo de produção do etanol, reduz o risco de acidose ruminal; Também possui uma grande quantidade de fibra, o que facilita o processo de digestibilidade. Outro grande ponto positivo é que estudos já apontam para a possibilidade de fornecimento de DDG na alimentação de suínos.

É sempre importante lembrar que a alimentação precisa ser fornecida na quantidade adequada para os animais, para evitar excesso de fósforo, cálcio e proteína na dieta.

Na Agro2business.com você também pode vender o seu produto agro de qualquer segmento! 

Por  Vinicius Ferarezi 06/11/2020

O que você achou deste conteúdo?

guest
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Artigos relacionados

farelo-soja
Por Agro2Business
2 de jun de 2022
Nenhum comentário
fontes-alternativas-nutricao
Por Agro2Business
27 de maio de 2022
Nenhum comentário
subproduto-cana
Por Agro2Business
19 de maio de 2022
Nenhum comentário
magnifiercrosschevron-down