14 de abr de 2020

Período seco exigirá maior uso de sal mineral na pecuária

A chegada do período de maior seca no Centro-sul do País vai exigir que o pecuarista adote estratégias de suplementação nutricional do rebanho bovino, como, por exemplo, uma maior utilização de sal mineral na ração animal.

De acordo com o zootecnista da Tortuga/DSM, Marcos Baruselli, as estações de maior estiagem [outono e inverno] empobrecem o pasto, diminuindo a qualidade nutricional, que pode, por exemplo, ser compensada, com o uso de sal mineral na ração animal, entre outras tecnologias de aumento da produtividade na bovinocultura.  

“O período seco é o momento de se retirar o gado do pasto e levá-lo para o confinamento para engordá-lo, já que o capim não será capaz de suprir as necessidade diárias do animal.”

Ademais, Baruselli sublinha que a pandemia da covid-19 irá impactar nos números de confinamento em 2020. “Estimávamos cerca de seis milhões de cabeças confinadas antes do coronavírus, mas este montante, certamente, deve cair.” Entretanto, segundo o executivo, o confinamento bovino ainda se mostra extremamente atrativo em termos de retorno financeiro. “O confinamento está apresentando uma taxa de retorno próxima a 5% ao mês, mesmo com o milho em valores elevados.”

*Se a sua atividade agropecuária gera resíduos e subprodutos amplie o seu canal de comercialização com a Agro2business e monetize melhor suas vendas.

*Por outro lado, se o seu negócio utiliza como matérias-primas resíduos e subprodutos de origem agropecuária encontre na Agro2business uma ampla oferta de itens e fornecedores confiáveis para o seu negócio.  


Foto: Embrapa

O que você achou deste conteúdo?

guest
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Artigos relacionados

subproduto-milho
Por Agro2Business
9 de jul de 2022
Nenhum comentário
farelo-soja
Por Agro2Business
2 de jun de 2022
Nenhum comentário
fontes-alternativas-nutricao
Por Agro2Business
27 de maio de 2022
Nenhum comentário
magnifiercrosschevron-down