22 de abr de 2021

Subprodutos da indústria de alimentos: Veja suas aplicações

O Brasil infelizmente está entre os países que mais desperdiçam alimentos, são cerca de 35% da produção agrícola descartada. Diante desse número podemos nos perguntar: o que são feitos com os subprodutos da indústria de alimentos?

O processamento agroindustrial de alimentos é uma das atividades que mais geram resíduos, com aproximadamente 50% de matéria-prima.

Uma das causas para o descarte é a falta de informações sobre a qualidade nutricional desses subprodutos agroindustriais, impossibilitando seu potencial aproveitamento na fabricação de produtos alimentícios. (Fonte)

O foco do nosso artigo de hoje é falar justamente sobre essa questão. Daremos informações sobre os principais subprodutos da indústria de alimentos e apresentaremos soluções para a sua utilização. Pois, para nós, a informação é a melhor receita contra o desperdício.

Aproveite para ficar por dentro danova legislação a respeito de gordura trans. E tenha uma boa leitura!

Vamos começar pelo lugar comum: o leite e os subprodutos da indústria de alimentos

Se alguém te parar na rua e lhe pedir para fazer uma lista rápida de dez alimentos oriundos de subprodutos, assim, nestes termos, temos certeza de que você iria hesitar um pouco. Claro, é normal, pois essa terminologia parece tão distante do dia a dia.

Entretanto, os subprodutos da indústria de alimentos estão dentro da sua geladeira agora mesmo.  

Subprodutos da indústria de alimentos derivados do leite

O leite é o primeiro alimento consumido por seres humanos. Considerado completo nas primeiras fases da vida. Sua composição garante diversos benefícios à nossa saúde. No leite nós encontramos:

  • Cálcio e fósforo que fortalecem os ossos;
  • Proteínas auxiliam no desenvolvimento cerebral;
  • Potássio para a manutenção da pressão sanguínea;
  • Vitamina A ajuda na normalidade da visão e audição.

Para se ter uma ideia, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda três porções diárias de leite ou dos derivados do leite:

  • Iogurte;
  • Queijo;
  • Bebidas à base de leite.

Pois bem, se a OMS indica a bebida, então já sabemos que o leite traz benefícios e os seus subprodutos também são indicados, mas como separar o que é leite?

A legislação brasileira diz: “entende-se por leite, sem outra especificação, o produto oriundo da ordenha completa, ininterrupta, em condições de higiene, de vacas sadias, bem alimentadas e descansadas”.

Os derivados podem ser feitos com o soro de leite, um subproduto, vamos explicar no próximo item em detalhes.

Como obter o soro de leite: um dos principais subprodutos da indústria de alimentos?

Já que estamos falando dos subprodutos da indústria de alimentos convém explicar como obter o soro de leite utilizado na produção dos produtos derivados do leite.

O soro de leite é a porção liberada do coágulo durante a fabricação de queijos. Cerca de 90 a 95% do volume do leite usado para a fabricação de queijos resultam em soro.

Esse soro contém metade dos sólidos totais do leite, incluindo proteínas solúveis, sais e lactose.

Para a indústria existe dois tipos de soro de leite, o doce e o ácido. O doce é utilizado na panificação, nos salgadinhos, nos sorvetes e nas sobremesas lácteas. O ácido é utilizado para realçar o sabor de molhos para saladas, emulsificante e fonte de cálcio.

O permeado de soro também é um subproduto da indústria de alimentos. Rico em nutrientes como cálcio, fósforo, potássio e sódio, que pode ser obtido com a ultrafiltração do soro doce.

Ao fazer a separação das proteínas obtém-se o concentrado protéico de soro e uma grande quantidade de resíduo líquido, esse líquido é o permeado de soro.

Apesar de apresentar menor quantidade de proteínas e menor capacidade de formação de espuma (importantes no desenvolvimento de derivados) esse permeado destaca-se na concentração de lactose e de minerais.

O permeado de soro pode ser utilizado em diversos produtos, vejamos alguns:

  • Alimentação animal;
  • Produtos cárneos;
  • Lácteos;
  • Panificação;
  • Confeitaria;
  • Salgadinhos;
  • Sorvetes;
  • Suplemento alimentar.

Esse subproduto da indústria de alimentos também pode ser visto como uma alternativa ao sódio, graças ao seu teor elevado de minerais. Com ele, é possível acrescentar um sabor salgado aos alimentos sem a necessidade de altas doses de sódio.

Ou seja, um subproduto não é apenas “o que sobrou”, ele passa por processos decontrole de qualidade que determinam o que pode ser utilizado e por qual razão pode ser utilizado.

Não se trata de reaproveitamento puro e simples, tudo é tratado com base em sérios estudos e pesquisas.

Os subprodutos da indústria de alimentos apresentam as limitações dos produtos principais?

Para mantermos no campo do comum é possível prever que pessoas intolerantes à lactose também terão dificuldades com os subprodutos da indústria de alimentos derivados do leite. Certo? Bem, vamos entender essa questão.

A lactose é um tipo de açúcar presente no leite e nos seus derivados. As pessoas que apresentam intolerância têm dificuldades (ou não conseguem) digeri-la. Os sintomas comuns são: náuseas, cãibra, cólica abdominal, gerados por esta intolerância.

Então, sim, subprodutos da indústria de alimentos derivados do leite também estão fora do cardápio das pessoas que apresentarem alergia ou intolerância ao produto original.

No entanto, como demonstramos, é extremamente importante conhecer a causa antes de cortar todos os subprodutos de uma vez.

Por exemplo, queijos e outros produtos que não tenham lactose são inofensivos, mesmo que sejam derivados do leite. Já que a intolerância é ao “açúcar” como dissemos, e não ao subproduto como um todo.

Falamos do leite… e outros subprodutos?

Agora que você já entendeu a engenharia por trás do subproduto nós podemos usar diversos exemplos. Vamos imaginar, a laranja. Ela apresenta os seguintes subprodutos:

  • CCB (Comminuted Citrus Base): é uma base resultante da moagem da laranja usada em bebidas.
  • Polpa: são os gomos que se desprendem das paredes internas da fruta na produção do suco, essa polpa pode ser inserida no líquido, resultando em uma bebida mais encorpada.
  • Óleo com a casca: utilizado na produção de bebidas, cosméticos e até produtos químicos.

Devo procurar subprodutos da indústria de alimentos?

Sim. A tendência de buscar produtos mais naturais está retornando. Então, busque oportunidades para adquirir um subproduto, seja na sua empresa, loja, revendedora, ou na incorporação essa solução na sua alimentação diária.

Há diversas pesquisas sobre o assunto, faça uma escolha, pesquise, por exemplo “subprodutos do amendoim” e descubra todas as novidades sobre este alimento.

Hoje muitas empresas estão focadas em diminuir o desperdício e aumentar o aproveitamento dos subprodutos. Soluções que podem mudar completamente a cara da indústria de alimentos.

O que você achou deste conteúdo?

guest
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Artigos relacionados

subproduto-milho
Por Agro2Business
9 de jul de 2022
Nenhum comentário
farelo-soja
Por Agro2Business
2 de jun de 2022
Nenhum comentário
fontes-alternativas-nutricao
Por Agro2Business
27 de maio de 2022
Nenhum comentário
magnifiercrosschevron-down